Visto Para Yonsei Desmistificando o visto de descendentes de quarta geração

 

Se você é descendente de quarta geração e pretende vir trabalhar no Japão a primeira dica é: comece hoje mesmo a estudar japonês!

visto para yonsei - passaporteÉ isso mesmo, uma das exigências para a nova modalidade de visto que entrou em vigor em julho de 2018 é o conhecimento da língua dos seus bisavós. Leia a seguir os requisitos para obter o visto.

  • Comprovar ser descendente de quarta geração;
  • Ter entre 18 e 30 anos de idade no momento da entrada no Japão;
  • Ter conhecimento básico do idioma japonês, equivalente ao nível 4 do JLPT ou nível E-F do J-Test;
  • Não ter histórico de antecedentes criminais no país de origem;
  • Ter possibilidade de se empregar ao chegar no Japão;
  • Comprovar que possui o valor necessário para a compra das passagens de ida e volta do país de origem para o Japão;
  • Apresentar atestado de boas condições de saúde;
  • Possuir um assistente que irá fornecer orientação e será responsável por sua jornada de aprendizagem da cultura japonesa e a vida no Japão. Conheça maiores detalhes baixando o “Manual de Assistentes de Recepção de Yonseis“.
  • Realizar inscrição em plano de seguro de saúde com cobertura para para caso de morte, ferimento ou adoecimento durante a estadia no Japão;
  • Apresentar certificado de elegibilidade (emitido por parente ou empregador).

Agora as más notícias:

  • O visto deve ser renovado após seis meses e depois anualmente;
  • A permanência máxima é de 5 anos;
  • Não há possibilidade de estender o visto de yonsei para familiares (cônjuge e filhos).

Longe das expectativas

Como podemos ver, as condições do visto para yonsei ficaram bem distantes das expectativas da comunidade brasileira. Porém pode ser considerado como um primeiro passo de abertura para a quarta geração e beneficiará muitos descendentes.

visto para yonsei - vistoCaso a experiência com a nova geração de descendentes tenha sucesso o governo japonês poderá rever as exigências e melhorar as regras do visto.

A diferença nas exigências do visto de nissei e sansei para o visto de yonsei acontece devido ao status de visto ser outro. O visto concedido para os yonseis será de “atividades específicas” ouTokutei Katsudo, que permite o trabalho no Japão, porém com restrições de idade e período.

O visto concedido aos nisseis e sanseis tem o status de “visto de longa permanência”, que permite a estadia por tempo indeterminado, desde que seja renovado sempre dentro do prazo correto, e pode ser extendido à cônjuges e filhos.

Língua Japonesa

Para certificar o conhecimento da língua japonesa há testes aprovados pelo governo japonês. Veja quais são eles e quando acontecem:

1)Teste de Proficiência da Língua Japonesa ou JLPT

O JLPT foi criado para avaliar e certificar a proficiência no idioma japonês para nativos da língua ou não. De acordo com a Fundação Japão são necessários em torno de 150 horas de estudo para passar no exame de nível 4. A prova é composta de questões de múltipla escolha, não contém questões de escritas ou teste oral.

Para obter o visto, é necessário passar no JLPT Nível 4 ou superior do Teste de Proficiência da Língua Japonesa. A prova dura 125 minutos e é necessário acertar, no mínimo 60% das questões para obter aprovação.

  visto para yonsei - teste

A prova é realizada duas vezes ao ano e costuma acontecer nos meses de julho e dezembro. O teste possui níveis do 5 até o 1, que é o mais alto.

O JLPT também é realizado no Brasil e a inscrição para as provas é feita pelo Centro Brasileiro de Língua Japonesa. Clicando aqui você confere os valores, as datas e os locais em que são aplicadas as provas.

Para acessar o site oficial em inglês, clique aqui. Acesse também os exemplos de exame clicando aqui.

2) J-TEST – Test of Practical Japanese

O J-TEST, ou Teste Prático da Língua Japonesa, é um teste desenvolvido para medir a proficiência da língua japonesa de aprendizes estrangeiros. Ela é aplicada em mais de 50 cidades dentro e fora do Japão e está presente em mais de 10 países. No Brasil ela é representada pela J.MASTER, que fica em São Paulo.

Para ser aprovado o candidato precisa tirar nota acima de 350 pontos (no total de 500) do J-TEST, ou seja, um aproveitamento superior a 70%. O nível mínimo deve ser o E-F, destinada aos aprendizes que estão no nível básico.

Na prova E-F será exigido a compreensão auditiva (listening), abordando situações reais de comunicação dos nativos de língua japonesa. Esta parte da prova tem um peso considerável em relação às outras questões. Na parte escrita é exigido que o candidato escreva a leitura de palavras em kanji e a construir frases.

As provas do J-TEST são realizadas seis vezes ao ano, sempre nos meses ímpares. Acesse o site da J.Master em jmasterbrasil.com.br.

3) NAT Test

  • Nível 4 ou superior do NAT-Test

O NAT Test é realizado 6 vezes ao ano, porém somente no Japão e em outros países da Ásia.

 

Conheça o Programa Oficial

Se mesmo após estes pré-requisitos você está determinado a ir morar no Japão, acesse o programa oficial do Programa de Aumento de Recepção de Yonseis. Nele tem a lei detalhada, com todos os pontos a serem cumpridos.

 

Yonsei ou Sansei

Antes de se preocupar com o visto de yonsei, é melhor ter certeza se você é realmente descendente de quarta geração.

Em primeiro lugar é preciso contar corretamente as gerações. Quando ambos, o pai e a mãe, são nikkeis (descendentes de japonês) pode haver confusão na contagem da geração dos filhos.

visto para yonsei - passaporte visa

Para o governo japonês, que vai emitir o visto, a hierarquia de descendência japonesa é determinada pela geração mais próxima do ascendente japonês. Ou seja, se o pai for nissei e a mãe for sansei, a referência será o pai, logo, o filho será considerado sansei.

Caso somente um dos pais seja descendente não há dificuldade na contagem das gerações.

Subindo a geração

Existem casos em que o descendente, mesmo sendo yonsei, pode se tornar sansei. Desta forma será elegível ao visto de trabalho no Japão. O problema é que há pouca informação a este respeito, mas vamos esclarecer agora como fazer para subir a geração, se for o caso:

  • A primeira possibilidade é para quem tem um dos avós que tenha nascido no Brasil até novembro de 1925, sendo filho de japonês nato. Nesse caso, o descendente pode pedir ao Consulado para “subir uma geração”.

Mesmo quem foi registrado como cidadão brasileiro, mas nasceu nesta época, poderá ser reconhecido como japonês. Neste caso seus filhos serão nisseis e os netos serão sanseis.

Após o procedimento de “subir uma geração” os descendentes poderão solicitar visto de trabalho normalmente.

  • A segunda posssibilidade é para quem tem um dos avós que, mesmo tendo nascido no Brasil depois da data acima, tenha sido registrado no Consulado do Japão no Brasil, até três meses após o nascimento. Neste caso, também o avô ou avó pode adquirir dupla nacionalidade e seus filhos serão nisseis e os netos sanseis.

visto para yonsei - kanjis

Para realizar o procedimento de “subir uma geração”, será necessário procurar o Consulado ou uma assessoria profissional. Informe-se sobre o caso de sua família para verificar se você pode se beneficiar dessa possibilidade.

Fontes: Ministério da Justiça do Japão, Coisas do Japão, Portal Mie, Visto japonês.

 

error: Conteúdo Protegido. Agência Haru.
× Sou descendente e quero conversar com a Haru