Visto para o Japão

Se você é descendente de japonês, e quer trabalhar no Japão, é preciso um visto específico. Você está no lugar certo para saber todas as informações necessárias.

Caso seu interesse é por visto de turismo, você encontrará informações completas no site da Embaixada Geral do Japão no Brasil ou Consulados Gerais do Japão.

Parceria Japão-Brasil

A reforma da política de controle imigratório do Japão promulgada em junho de 1990, autorizou que os descendentes de segunda e terceira geração – nisseis e sanseis – e suas famílias pudessem trabalhar no Japão. Em julho de 2018 foi a vez da liberação do visto para a quarta geração – yonseis -, porém as exigências são diferentes dos demais.

Para saber sobre o visto de yonsei confira o post no final desta página.

O Primeiro Passo

Reunir os documentos necessários

Formulários e Certidões

Identificação

Descendência e Elegibilidade

Foto

Formulários e certidões

Formulário de Solicitação do Visto

O processo para obtenção do visto para empregos no Japão começará por aqui.

A assinatura usada no formulário deve ser a mesma que consta no passaporte. Caso o solicitante seja menor de 18 anos, o formulário deve ser assinado pelo responsável legal e anexar cópia autenticada da carteira de identidade deste responsável.

Você pode fazer o download  da versão oficial do formulário de solicitação do visto clicando aqui.

Certidão de Nascimento

É necessário apresentar a certidão de nascimento pois neste documentos constam os nomes dos pais e avós, e serve para comprovar o parentesco com o parente japonês. No caso de sansei deve ser apresentada também a certidão do pai ou mãe descendente.

Para nissei:

  • certidão de nascimento do solicitante (cópia autenticada).

Para sansei:

  • certidão de nascimento do solicitante (cópia autenticada);
  • certidão de nascimento do pai ou mãe descendente (caso seja falecido(a), apresentar cópia autenticada da certidão de óbito).

Cônjuge de nissei ou sansei:

  • certidão de nascimento do solicitante (cópia autenticada);
  • certidão de nascimento do cônjuge do solicitante (cópia autenticada);
  • certidão de nascimento do pai ou mãe do cônjuge descendente (caso seja falecido(a), apresentar cópia autenticada da certidão de óbito).
Certidão de Casamento

O Consulado precisa verificar se o casamento do solicitante está válido, portanto é necessário providenciar a segunda via atualizada da certidão de casamento.

Nissei 

  • certidão de casamento dos pais (cópia autenticada. Não será necessário caso o casamento conste no Koseki Tohon).

Sansei 

  • certidão de casamento dos pais (cópia autenticada);
  • certidão de casamento dos avós (cópia autenticada. Não será necessário caso o casamento conste no Koseki Tohon);

Cônjuge de nissei 

  • certidão de casamento do solicitante (2ª via emitida há no máximo 2 meses. Cópia autenticada)
  • certidão de casamento dos pais do cônjuge (cópia autenticada. Não será necessário caso o casamento conste no Koseki Tohon);

Cônjuge de sansei 

  • certidão de casamento do solicitante (2ª via emitida há no máximo 2 meses. Cópia autenticada)
  • certidão de casamento dos pais do cônjuge (cópia autenticada);
  • certidão de casamento dos avós do cônjuge (cópia autenticada. Não será necessário caso o casamento conste no Koseki Tohon);
Antecedentes Criminais

É necessário somente para o Consulado de São Paulo (que atende SP, MT, MS e Triângulo Mineiro) e somente para maiores de 18 anos.

1 – Certificado de antecedentes criminais emitida pela Polícia Federal.

  • original;
  • validade inferior a 90 dias.

2 – Atestado de antecedentes criminais emitida pela Polícia Civil.

  • original;
  • validade inferior a 90 dias.
Contrato Provisório de Trabalho

Caso não necessite o Atestado de Elegibilidade, deve apresentar o contrato provisório de trabalho – Koyonaiteisho – original, constando a data de validade.

Identificação

Passaporte

O passaporte deve ter validade de, no mínimo, seis meses.

É necessário também apresentar os passaportes anteriores que já foram utilizados para entrar/sair do Japão, se houver.

Caso não tenha passaporte ou esteja com validade menor que 6 meses, será necessário solicitar a emissão junto à Polícia Federal. Para maiores informações consulte o site da PF.

Carteira de Identidade
  • Carteira de identidade do solicitante. Cópia autenticada;
  • Carteira de identidade ou RNE (registro nacional de estrangeiro) do pai ou mãe descendente. Cópia autenticada. Caso seja falecido(a) apresentar cópia autenticada do atestado de óbito, não será necessário caso o falecimento conste no Koseki Tohon.

Descendência e Elegibilidade

Koseki Tohon

Koseki Tohon é o documento que comprova a descendência japonesa, ele é emitido e atualizado no Japão. Nele constam as informações civis da família como nascimentos, casamentos, divórcios e falecimentos.

É necessário apresentar o original e cópia, tirado há no máximo 6 meses.

A Agência Haru dá todo o suporte para obtenção ou atualização do Koseki. Nossa sede no Japão se encarregará de tornar o processo rápido e prático.

Os documentos necessários para a obtenção ou atualização do Koseki são:

  • Copia simples do Koseki Tohon anterior,  se houver ou pesquisa consular;

  • Cópia simples da certidão de nascimento (do solicitante);

  • Cópia simples do RG (do solicitante).

Certificado de Elegibilidade

O Certificado de Elegibilidade é um documento emitido pelo Departamento de Controle de Imigração do Ministério da Justiça para ser apresentado no momento do desembarque no Japão e tem a função de atestar que a atividade que o estrangeiro pretende exercer no Japão está de acordo com as exigências da Lei de Imigração.

Com excessão dos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e das cidades do triângulo mineiro, é necessário obter o certificado de elegibilidade para cada pessoa que deseja ir para o Japão, excessão essa feita somente para o nissei.

Para emitir o certificado de elegibilidade a melhor maneira, e muito mais rápida, é quando um parente que vive no Japão faz a solicitação. Será necessário apresentar uma série de documentos para a solicitação da elegibilidade e o prazo médio de liberação é de três meses, mas pode variar de acordo com a província.

Foto

Fotografia pessoal

Uma foto 3×4 nítida e recente, tirada a no máximo 6 meses, com fundo branco e sem data.

Fotografias do Casal

Caso a solicitação de visto seja para casal com menos de um ano de casado, é recomendável montar um pequeno álbum (com cerca de seis a dez fotos), contendo a descrição de cada foto. As fotos devem comprovar o vínculo do casal e devem constar fotos do início do relacionamento. Estas fotos não serão devolvidas pelo Consulado do Japão após o processo.

Visto Para Yonsei

O objetivo do programa é transformar o descendente de japonês de quarta geração  (“yonsei”) em uma ponte entre o Japão e a  comunidade nikkei de seu país, por meio do aprofundamento do conhecimento e interesse no Japão, através da participação em atividades de aprendizado da cultura japonesa.

Algumas exigências:

Prova de Proficiência

Demonstrar fluência mínima em japonês básico.

Nível 4 – JLPT ou
Nível E-F do JTest

Estes são dois testes de proficiência usados para atestar o nível de japonês. As provas podem ser realizadas no Brasil em instituições autorizadas.

Idade

Ter entre 18 e 30 anos.

Família

O visto para Yonsei não permite levar cônjuge ou filhos.

Assistente de Recepção

É necessário um assistente de recepção que irá acompanhar mensalmente o yonsei durante toda sua jornada no Japão.

error: Conteúdo Protegido. Agência Haru.