Se você é descendente de japoneses, provavelmente o termo  koseki tohon ou simplesmente koseki lhe soe familiar.

O uso mais frequente do  koseki tohon para os nikkeis brasileiros é a obtenção do visto para morar e trabalhar no Japão.

Porém seu valor não se encerra aí, pois este documento é um importante registro sobre a origem dos seus antepassados nascidos no Japão.

O que é o koseki tohon?

Koseki tohon é o documento de registro familiar dos cidadãos japoneses. Nele são registrados os nascimentos, casamentos, divórcios, adoções e falecimentos da família. Este registro é essencial para os descendentes de japoneses, quando solicitam ou renovam o visto. É por meio do koseki tohon que será comprovado o grau de parentesco com os pais, avós ou bisavós japoneses.

Quantas gerações constam no registro?

No koseki tohon encontramos os registros de até duas gerações, desta forma quando uma criança nasce ela é incluída no Koseki de seus pais.

Quando um filho se casa, seu registro continua no koseki paterno e o cônjuge é incluído no registro da família. Somente após o nascimento do primeiro filho, o casal sairá do koseki familiar para iniciar um registro próprio.

Parente já falecido

Quando o parente, de quem está sendo solicitado o registro, já é falecido, o nome do documento muda para joseki tohon.

Onde solicitar

O koseki tohon é emitido somente no Japão, mais especificamente na prefeitura da cidade onde foi feito o registro. Por isso fica mais fácil solicitar o documento quando já existe uma cópia antiga para consultar qual é a Prefeitura correta.

Caso não haja uma cópia do koseki antigo e a família não saiba o nome da cidade de registro, será necessário um levantamento preliminar para localizar a cidade de origem da família.

A busca pode ser feita no Consulado do Japão no Brasil. Para a pesquisa é necessário apresentar os documentos que comprovem o parentesco do titular do koseki ao consulado e solicitar um documento chamado: HONSEKICHI. Neste honsekichi irá constar o kanji da família e o local de registro da família.

Tendo este documento em mãos, a solicitação do koseki poderá ser feita normalmente.

Como solicitar pessoalmente no Japão

O solicitante deve comparecer na Prefeitura da cidade de registro com os seguintes documentos:

  • Cópia da Carteira de Identidade (Zairyu Card ou habilitação;
  • Cópia da Certidão de Nascimento (documento traduzido para o japonês);
  • Cópia do koseki vencido, se houver.

Como solicitar o koseki tohon via Correio

O koseki tohon pode ser solicitado via Correio se o solicitante estiver no Japão ou mesmo quando estiver no Brasil.

Para fazer a solicitação será necessário enviar os seguintes documentos:

Quando o solicitante estiver no Japão:

1. Formulário de  solicitação do koseki tohon, devidamente preenchido em japonês (pode ser escrito em romaji). Faça o download do arquivo para você preencher clicando aqui;

koseki-preenchido-exemplo

2. Cópia do koseki tohon antigo, se houver;

http://blog.suri-emu.co.jp/wp-content/uploads/2012/02/koseki-blogsuriemu-3.jpg

http://blog.suri-emu.co.jp/wp-content/uploads/2012/02/koseki-blogsuriemu-2.jpg

3. Cópia do Zairyu Card (carteira de identificação de estrangeiro) ou habilitação do solicitante,

4. Certidão de nascimento:

Para nissei

  • Cópia da certidão de nascimento do solicitante com tradução em japonês,

Para sansei

  • Cópia da certidão de nascimento do solicitante e cópia da certidão de nascimento do nissei ascendente (pai ou mãe do solicitante), ambas com tradução em japonês;

Para yonsei

  • Cópia da certidão de nascimento do solicitante, cópia da certidão de nascimento do sansei ascendente (pai ou mãe do solicitante) e cópia da certidão de nascimento do nissei ascendente (avô ou avó do solicitante), todas com tradução em japonês;

5. Um envelope-resposta com selo de ¥82, preenchido com os dados completos do solicitante no local de destinatário, para que a prefeitura possa mandar o documento solicitado;

koseki-envelope-retorno

6. Vale postal (teigaku kogawase) adquirido em agências do correio, no valor de ¥450 para cada via. No caso joseki, (documento de parente falecido) o valor do vale postal é de ¥750 para cada via. O vale postal é referente ao pagamento pela emissão do documento;

koseki-teigaku-450

koseki-teigaku-750

Quando o solicitante estiver no Brasil:

    • Quando o solicitante está no Brasil, o caminho mais fácil para a obtenção do koseki tohon é pedir a um parente, que resida no Japão, para solicitar o documento e enviar para o Brasil. Neste caso o parente deve ter relação direta com a pessoa inscrita no koseki, ou seja:
      • Nissei (solicitando o koseki do pai ou mãe), o parente deve ser irmão(a) ou sobrinho(a);
      • Sansei (solicitando o koseki do avô ou avó), o parente deve ser tio(a) ou primo(a), descendente do mesmo avô/avó inscrito no documento;
      • Yonsei (solicitando o koseki do bisavô ou bisavó), o parente deve ser tio-avô(a), tio(a) ou primo(a), descendente do mesmo bisavô/bisavó inscrito no documento;

      Caso não tenha a opção de pedir a um parente existem outras duas alternativas.

      primeira é procurar uma agência especializada, ou despachante, que possa solicitar o documento e a segunda é pedir o documento diretamente pelo correio. Caso optem pela primeira opção, recomendamos fazer pela SOS-Brasil, ela está no Japão e trabalha exclusivamente com este tipo de procedimento. Clique aqui para mandar um whatsapp para eles.

      Para o pedido pelo correio será necessário o selo internacional do correio japonês para a carta-resposta e também o vale postal que será o pagamento pela emissão do documento. Estes dois itens poderão ser adquiridos em uma agência especializada no Brasil ou enviados a você por algum conhecido que estiver no Japão.

      Documentos necessários para a solicitação:

      1. Formulário de  solicitação do koseki tohon, devidamente preenchido em japonês (pode ser escrito em romaji). Clique aqui para baixar o formulário;

      2. Cópia do koseki tohon antigo, se houver;

      3. Certidão de Nascimento:

      Para nissei

      • Cópia da certidão de nascimento do solicitante com tradução em japonês,

      Para sansei

      • Cópia da certidão de nascimento do solicitante e cópia da certidão de nascimento do nissei ascendente (pai ou mãe do solicitante), ambas com tradução em japonês,

      Para yonsei

      • Cópia da certidão de nascimento do solicitante, cópia da certidão de nascimento do sansei ascendente (pai ou mãe do solicitante) e cópia da certidão de nascimento do nissei ascendente (avô ou avó do solicitante), todas com tradução em japonês;

      4. Um envelope-resposta, selado com selo internacional do Japão no valor de envio de uma correspondência do Japão para o Brasil. O envelope-resposta deve estar preenchido com os dados completos do solicitante (no local de destinatário), para que a Prefeitura possa mandar o documento solicitado para o Brasil;

      5. Vale Postal (teigaku kogawase) que é adquirido em agências do correio do Japão, no valor de ¥450 para cada via. No caso joseki, (documento de parente falecido) o valor é de ¥750 para cada via. O Vale Postal é referente ao pagamento pela emissão do documento.

      Detalhes importantes:

      • O telefone deve constar obrigatoriamente no pedido, pois em caso de dúvidas, a prefeitura poderá ligar para confirmar ou solicitar dados;
      • Todas as certidões deverão estar acompanhadas de traduções;
      • A cópia do koseki NÃO precisa ser de data recente, pode ser antigo;
      • O envio do koseki pode demorar algumas semanas, dependendo da Prefeitura.

      Como saber o endereço da prefeitura para solicitar o koseki ?

      O pedido deve ser encaminhado para a prefeitura que emitiu o koseki anterior. Informações do endereço das prefeituras podem ser obtidas na Internet. Quem reside no Japão pode obter o endereço da Prefeitura de destino na prefeitura da cidade onde mora ou em agências do correio japonês.

Resumindo:

O que é necessário para solicitar o koseki tohon:

  1. Formulário de solicitação padrão;
  2. Cópia do koseki tohon antigo;
  3. Cópia do Zairyu Card ou habilitação do solicitante;
  4. Certidão de nascimento (traduzido para o japonês);
  5. Envelope resposta selado;
  6. Vale postal adquirido em agências do correio japonês;

Você conhece o koseki da sua família?

Se você é descendente e ainda não conhece o koseki tohon da sua família, isto pode ser uma pesquisa interessante. Lá você poderá ter informações novas sobre suas origens, como os kanjis que formam seu sobrenome, os nomes de antepassados e a cidade de origem da sua família.

Temos um artigo bem interessante sobre o Certificado de Elegibilidade, acesse para saber mais.

  • Se encontrar algo interessante compartilhe conosco aqui nos comentários. Se ficou alguma dúvida é só nos consultar, teremos prazer em ajudar você.
error: Conteúdo Protegido. Agência Haru.
× Sou descendente e quero conversar com a Haru