Você Conhece as Principais Dúvidas sobre Escolas no Japão?

Para quem se muda para o Japão com filhos em idade escolar, muitas são as dúvidas sobre o Sistema de Ensino do país. Mas não se preocupe, procuramos esclarecer aqui as principais questões sobre as escolas no Japão. Caso tenha outra dúvida, deixe nos comentários e teremos prazer em responder.

Para informações mais completas você pode acessar o post ¨Como funcionam as Escolas Japonesas¨, clicando aqui.

Para saber sobre Creches e Jardins de Infância clique aqui.

1- O ano letivo no Japão é igual ao do Brasil?

Não. O ano letivo no Japão tem início na primeira semana de abril e vai até meados de março. Entre o término das aulas e o início do novo ano há um período de férias escolares que varia entre duas e três semanas e é conhecido como Férias da Primavera ou haru yasumi (春休み).

2- Como são as Férias Escolares no Japão?

Aqui existem três períodos de recesso escolar:

  • Férias de Primavera ou haru yasumi (春休み), que vão de meados de março até início de abril e duram de duas a três semanas;
  • Férias de Verão ou natsu yasumi (夏休み), são as férias mais longas. Vai aproximadamente do dia 20 de julho até o final de agosto;
  • Férias de Inverno ou fuyu yasumi (冬休み), que duram cerca de duas semanas, do final de dezembro até a primeira semana de janeiro.

3- Como são as Escolas Brasileiras no Japão?

escolas no japao - criancas caminhandoHá escolas brasileiras de excelente qualidade no Japão, reconhecidas pelo Governo Japonês e também pelo MEC. Elas se localizam em regiões onde a concentração de brasileiros é maior.

Nas escolas brasileiras, as aulas são ministradas em português e há também aulas de japonês, como língua estrangeira. As escolas são particulares e as mensalidades custam aproximadamente ¥ 40.000, além de despesas com material.

As escolas costumam oferecer transporte escolar para algumas cidades vizinhas e estações de trem, podendo atender assim alunos que moram em locais mais distantes.

4- Meu Filho não fala japonês, como vai frequentar a Escola Japonesa?

Não se preocupe, isso é perfeitamente normal por aqui, acontece o tempo todo.

Nas escolas que tem um maior número de estrangeiros, é comum haver intérpretes presentes nas escolas do Japão. Conforme a necessidade, estes profissionais trabalham diariamente ou alguns dias da semana.

Além de ajudar os alunos nas atividades da escola, os intérpretes oferecem auxílio para os pais ou responsáveis pois fazem traduções de textos, comunicados escolares e também podem ajudar na compreensão de cerimônias e eventos.

A presença destes intérpretes é muito importante nas escolas para facilitar a adaptação dos alunos e integrar as famílias nas atividades escolares.

Mesmo se há poucos alunos estrangeiros na escola e não há um intérprete, as escolas oferecem uma atenção especial, individualizada, ao aluno até que a ele tenha um melhor entendimento da língua e possa assistir às aulas normalmente.

5- As escolas no Japão também dividem o ensino em Ensino Fundamental e Médio?

Sim, mas é um pouco diferente. O Ensino Fundamental é dividido em dois períodos distintos:

  • Shogakkou (1º ao 6º anos);
  • Chugakkou (7º ao 9ºanos);
  • Koukougakkou (Ensino Médio), é mais comum usar a forma abreviada Koukkou.

6- As Escolas Japonesas são públicas ou particulares?

escolas no japao - formaturaNo Japão, a maior parte das escolas são públicas, principalmente até o final do Ensino Fundamental (até o nono ano).

Embora públicas, elas não são gratuitas, porém as mensalidades tem valor baixo, aproximadamente ¥ 10.000 ienes, somente para cobrir despesas com impressões e materiais diversos.

Há ainda a despesa com alimentação. No Shogakkou o almoço é fornecido gratuitamente pela escola. No Chugakkou o almoço é pago à parte e custa aproximadamente ¥ 5.000. No Koukkou vai depender de cada Escola, pode haver opção de comprar o almoço na própria escola ou levar de casa. (*)

  • Esta é a realidade das escolas pesquisadas, em diferentes regiões do Japão, mas esta realidade pode ser diferente de acordo com o tamanho da cidade e as características próprias de cada região.

7- Qual é o horário das aulas nas Escolas Japonesas?

O horário varia de acordo com a idade, mas em geral as aulas começam por volta das oito da manhã e vão até, pelo menos, três da tarde.

Para os alunos mais velhos a carga horária é maior e contando com as atividades extra-classe o aluno pode ficar na escola até às cinco ou seis da tarde. Os estudantes sempre almoçam na escola.

8- Como são os uniformes escolares?

Nas escolas japonesas os alunos usam uniformes tradicionais com calça comprida e blazer para os meninos e saia com camisa ou blaser para as meninas. Ambos costumam usar algum tipo de gravata. São uniformes do estilo que vemos nos mangás, animes e doramas.

escolas no japao - mangaAtualmente, alguns Shogakkou, de cidades maiores, não utilizam mais uniformes, somente o uso do boné da escola é obrigatório no trajeto de casa até a escola para maior segurança.

Há também um uniforme esportivo para atividades de Educação Física.

No Ensino Fundamental as regras de aparência podem ser bastante rígidas. Dependendo das normas de cada escola há restrições de como podem ser os calçados e meias, cortes de cabelo e penteados e também mochilas ou acessórios.

Algumas normas são comuns a qualquer escola japonesa: não pode pintar o cabelo, não pode usar brincos ou acessórios, não pode pintar as unhas ou deixá-las compridas e não pode usar maquiagem ou lentes coloridas.

Nas escolas brasileiras, os uniformes são mais informais. Os estudantes do Ensino Fundamental usam uniformes do tipo esportivo, parecidos com os usados no Brasil na maioria das escolas. No Ensino Médio o uso do uniforme costuma ser opcional.

Os estudantes não entram nas escolas com o sapato usado no ambiente externo. Cada aluno deve ter um tênis de uso interno, ou suripas (tipo de pantufa para uso interno), dependendo das normas de cada escola. Há também um tênis próprio para atividades esportivas que deve ficar na escola.

A despesa com o uniforme escolar pode ser alta. após matricular o filho em uma escola japonesa vale a pena perguntar se há possibilidade de pegar emprestadas algumas peças de uniforme na escola.

Outra dica é, antes de comprar o uniforme, conferir se há ooções disponíveis nas lojas de usados da cidade. A economia vai compensar, principalmente se for usar por pouco tempo.

9- Até que idade meu filho poderá ser matriculado nas Escolas Japonesas?

Até os catorze ou quinze anos, dependendo da data de aniversário.

A matrícula poderá ser feita para estudantes até o final do Ensino Fundamental, porém o que determina a classe do aluno é a idade, independente de qual ano ele estava cursando no Brasil.

escolas no japao - educacao fisicaOs jovens que já completaram dezesseis anos ou os que tem quinze, mas vão completer dezesseis até o mês de março do ano seguinte, não poderão ingressar no Ensino Fundamental. Ex.: em 2018, poderá ser matriculado o jovem que nasceu até março de 2002.

Existem exceções. Há casos onde a Secretaria de Ensino pode acatar um pedido da família e autorizar a matrícula de alunos um pouco mais velhos para que possam ingressar na escola e se preparar para o Ensino Médio, porém são excecões, depende de cada caso e da Prefeitura local.

Às vezes fica difícil de entender porque os jovens com mais de dezesseseis anos não podem ser matriculados, mas no Japão, após o término do Ensino Fundamental, há uma prova para ingresso no Ensino Médio, como um vestibular.

A prova é indispensável para ingresso em escolas japonesas de Ensino Médio, e o aluno não poderá ingressar no ensino médio sem fazer a prova.

Por isso os jovens que se mudam para o Japão após os dezesseis anos, podem optar por escolas brasileiras ou podem iniciar uma preparação para a prova do ensino médio, que acontece anualmente no mês de março e é em idioma japonês.

10- Como fazer a matrícula na escola japonesa?

Para efetuar a matrícula os pais ou responsáveis devem comparecer na Secretaria Municipal de Educação e solicitar a matrícula das crianças, caso não saiba onde encontrar o órgão basta se dirigir à Prefeitura para obter esta informação.

Na Secretaria de Educação será definida em qual escola a criança vai estudar, de acordo com o endereço da família. Depois os pais ou responsáveis devem comparecer à escola e efetuar a matrícula.

Nas escolas brasileiras a matrícula é feita diretamente na secretaria da escola.

Não fique com dúvidas!

Quer saber sobre a Educação Infantil no Japão? Clique aqui e saiba mais.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre as escolas no Japão, deixe sua pergunta nos comentários, teremos prazer em responder.

 

 

error: Conteúdo Protegido. Agência Haru.
× Sou descendente e quero conversar com a Haru