Você já sabia que pode ir trabalhar no Japão sem desembolsar nada antes do embarque, certo?

(Se não sabia clica aqui para ler sobre como ir para o Japão em 5 passos, lá tem mais informação sobre este e outros assuntos).

Bom, agora que todos já sabem que as passagens podem ser financiadas por uma agência de empregos, como a Agência Haru. Vamos entender como esta passagem será descontada do seu salário depois que você chegar no Japão.

Parcelamento

A primeira informação importante é que a passagem será descontada em parcelas, para que o pagamento não fique pesado para o funcionário. O número de parcelas pode variar entre uma empreiteira e outra, mas geralmente costuma ser em cinco vezes.

Caso você tenha condições de pagar um valor maior e queira se livrar logo da dívida, não tem problema. Neste caso você poderá solicitar um desconto em menos tempo e quitar a fatura em dois ou três meses.

passagens-para-o-japao-mala

Primeira parcela

Após o início do trabalho no Japão, dificilmente teremos o primeiro salário em valor integral. Calma, já explico: a empreiteira tem um dia certo para fazer o fechamento mensal e, assim, você vai receber pelo número de dias que trabalhou naquele período.

Por exemplo, você chegou ao Japão no dia 10 de junho e começou a trabalhar no dia 15. Vamos supor que a empresa pague o salário no dia 5 de cada mês e feche a folha de pagamento no dia 20. Então no dia 5 de julho você vai receber o valor relativo aos dias trabalhados entre dia 15 e dia 20, certo?

Se você trabalha de segunda a sexta e dia 15 é uma segunda-feira, você terá somente cinco dias de trabalho a receber. Para não reduzir muito o salário nem prejudicar o trabalhador a empresa não costuma cobrar a primeira parcela quando o valor do primeiro salário é pequeno.

Agora que você sabe que o primeiro salário pode ser reduzido vale lembrar a importância de levar uma quantia em dinheiro para cobrir as despesas nas primeiras semanas. Para calcular melhor quanto dinheiro vai precisar leia o artigo sobre o assunto clicando aqui.

Garantia

Quando a agência de empregos no Brasil assume as despesas da viagem, será necessário que o candidato apresente uma garantia de pagamento. Esta garantia costuma ser feita por meio de uma nota promissória assinada por um fiador no Brasil.

A nota promissória é um documento onde o fiador se compromete a pagar a despesa das passagens, caso o candidato, que está no Japão, não faça os pagamentos.

Este documento é enviado pela agência para o candidato, e será preenchido e assinado pelo fiador. A assinatura deverá ser reconhecida em Cartório e também devem ser anexadas cópias autenticadas dos documentos do fiador, como identidade, comprovante de residência e de renda.

Com anota promissória em mãos, a agência poderá emitir a passagem e o candidato irá embarcar em cerca de uma semana ou até menos.

Caso aconteça algum problema com o candidato no Japão e este falte com os pagamentos, a empresa poderá então cobrar a dívida do fiador no Brasil, inclusive judicialmente, se for o caso, utilizando anota promissória, que é a garantia de pagamento.

passagens-para-o-japao-aeroporto

Mas e se eu quiser mudar de emprego?

Esta é uma dúvida comum. Se, por algum motivo, o trabalhador não se adaptar à empresa ou à cidade onde foi trabalhar e quiser mudar de emprego, porém ainda não finalizou o pagamento da passagem, o que fazer? Não se preocupe, esta situação pode acontecer e o funcionário vai negociar uma alternativa junto ao empregador.

As empreiteiras costumam atuar em diversas regiões do Japão e atender a diferentes empresas, portanto se você não se adaptar no primeiro emprego, pode pleitear uma colocação em outro lugar dentro da mesma empreiteira, caso haja vaga disponível.

Mas não seja precipitado! Esta é uma decisão que deve ser bem pensada. Todos nós precisamos de um tempo de adaptação, quando acontecem mudanças, e é bom esperar alguns meses para se acostumar com a nova realidade e a rotina de trabalho antes de achar que precisa mudar, certo?

Embarque primeiro e pague depois

Saber que você pode embarcar agora e pagar a fatura depois talvez o ajude a tomar a decisão deste grande passo de mudança de vida.

Gostou de saber como funciona o desconto da passagem para o Japão? Ficou com alguma dúvida? Quer saber quais são os passos para trabalhar no Japão? Conte pra gente o que achou e se quer saber mais continue lendo os posts da Haru.

error: Conteúdo Protegido. Agência Haru.
× Sou descendente e quero conversar com a Haru